Wingate Anaerobic TestWingate Anaerobic TestTest anaérobie de WingateАнаэробный тест WingateWingate anaerobní testTest WingateTest anaeróbico WingateTeste anaeróbico WingateTest anaerobico di Wingate
  • The Ergometer for Pros - Performance diagnostics and training on your own bike

  • The Ergometer for Pros - Performance diagnostics and training on your own bike

Teste anaeróbico Wingate

O teste anaeróbico de Wingate (WAnT), o qual é comumente chamado de teste Wingate, pertence aos procedimentos de teste anaeróbicos dos diagnósticos de desempenho. O atleta recebe uma carga por um tempo curto, geralmente 30 segundos. Essa carga é dependente do número de rotações por minuto, consoante o seu peso corporal. A potência máxima (Peak Power PP) é então ajustada com a frequência de pedalada máxima fornecida pelo atleta. Após atingir a potência máxima, é observado um decréscimo constante da potência até ao fim do teste. A “Peak Power” deve ser idêntica à capacidade de potência máxima aláctica. Quando executar o teste, deve prestar atenção ao fato de que os resultados do teste são significativamente dependentes da duração e da carga utilizada no teste.


Resultados de teste

Wingate Anaerobic Test
Wingate Anaerobic Test
Wingate Anaerobic Test
  • Potência máxima
  • Potência máxima relativa
  • Potência média
  • Capacidade anaeróbica
  • Índice de fadiga

O teste é sobretudo aplicado no esporte de desempenho em atletas treinados anaerobicamente, como por ex. em corredores de pista no ciclismo, na patinagem de velocidade no gelo ou no hóquei no gelo. Além disso o teste é utilizado na reabilitação para o monitoramento da construção muscular. O ergômetro Cyclus2 é muito adequado para o teste anaeróbico Wingate. Os parâmetros para o teste anaeróbico de Wingate podem ser facilmente inseridos na mascara de introdução.

A carga pode ser predefinida relativamente ao peso corporal do probando ou como força absoluta de pedal. Diagnosticadores, que já têm experiência com o teste de Wingate no ergômetro da empresa “Monark”, podem programar os parâmetros de teste como “quilograma por quilograma de peso corporal”, como é costume no ergômetro-Monark. A frequência de pedalada serve como parâmetro de início. O probando determina ele próprio, quando deseja começar o teste. Dirigindo-se lentamente para a frequência de pedalada inicial, para depois de atingir essa, aumentar a velocidade explosivamente. Quando terminado o teste anaeróbico de Wingate, os resultados de avaliação são mostrados no display.

Os resultados de teste podem, naturalmente, ser salvos em PDF ou imprimidos diretamente do cyclus 2 para uma impressora conectada. No protocolo de avaliação pode inserir o logo da instituição executora do teste, no canto superior direito.

Cyclus2 Brochure (PDF)
Cyclus2 Brochure (PDF)
Pasta de informação (PDF)
Pasta de informação (PDF)

Literature reference Wingate Anaerobic Test

  • Laurent Jr., C. M., Meyers, M. C., Robinson, C. A., Green, J. M.:
    Cross-validation of the 20- versus 30-s Wingate anaerobic test Eur J Appl Physiol (2007) 100:645–651 
    PDF-Download
  • Heck, H., Schulz, H.:
    Methoden der anaeroben Leistungsdiagnostik; Deutsche Zeitschr. für Sportmedizin 53, 7+8 / 2002, 202-212
    PDF-Download
  • Inbar, O., Bar-Or, O., Skinner, J.S.:
    The Wingate Anaerobic Test; Human Kinetics, Champaign, IL (1996)